Arquitetura Criativa

A elaboração de um projeto arquitetônico demanda muita criatividade,  já que o principal intuito é criar espaços interessantes para os usuários e permitir que vivenciem experiências novas e originais ao adentrar um edifício, casa, etc.

A obra Como arquitetos e designers pensam distingue a criatividade em dois tipos diferentes, sendo a primeira aquela que resulta em ideias inéditas e fundamentalmente novas na história do mundo e a segunda, que consiste em ideias basicamente novas para a mente de um indivíduo, mas não para o mundo. Ou seja, muitas vezes um projeto é interessante e atraente para usuários, mas não é muito diferente de outros que já foram desenvolvidos.

O livro define também cinco fases do processo criativo, sendo estes:

Primeira Noção: consiste em reconhecer que o problema existe e comprometer-se a resolvê-lo;
Preparação: envolve esforços conscientes para buscar uma solução para o problema;
Incubação: envolve a “incubação” de uma das ideias e o foco em outras bem diferentes, que podem possibilitar a descoberta de uma solução.
Inspiração: o momento de epifania, em que uma das possibilidades se revela como a solução para o problema que os projetistas tem em mãos.
Verificação: finalmente, nesta etapa, tem-se inicio dos testes, elaboração e desenvolvimento da ideia.

Mas afinal, o que faz alguém ser criativo?

Ainda de acordo com o livro Como arquitetos e designers pensam, não se sabe se uma pessoa nasce ou se torna criativa, mas que existem métodos eficazes para aprimorar a criatividade. Por exemplo, a atividade de projetar confere algumas habilidades aos profissionais mais experientes e estas os ajudam a liberar o potencial criativo. Outro fato interessante que possibilita desenvolver projetos diferentes está no pouco apego aos métodos pré-definidos. Questionar modelos vigentes permite criar novas soluções para problemas antigos.

Lugares “esquisitos” e a criatividade posta em prática

Já imaginou como seria morar em uma casa de ponta cabeça? Ou visitar um prédio que parece torto? O Strange Buildings (trad. Construções esquisitas) reuniu diversos exemplos de arquitetura criativa pelo mundo, com detalhes sobre o lugar, ano de construção e projetista responsável. Veja alguns exemplos:

Biblioteca Publica do Kansas, nos Estados Unidos

Posto de Gasolina com formato de Bule em Zillah, nos Estados Unidos

Casa de ponta cabeça, na Polônia

Dancing House, na Repíblica Checa

Tudo a ver

Quer aprimorar seu processo criativo? E descobrir como contornar os maiores problemas de um projeto? Então a 4° edição atualizada e traduzida da obra Como Arquitetos e Designers Pensam é ideal para você!

O livro do especialista Bryan Lawson é um Best Seller no exterior foi criada para estimular e apoiar os estudos em arquitetura.  Visando atender todos os estudantes e profissionais da área no Brasil, a prof. Doris Kowaltowski preparou uma apresentação exclusiva.

Com investigações em metodologia de projeto, enriquece as discussões sobre o papel dos designers e projetistas em áreas nas quais a forma se traduz em conceitos e ideias. Também analisa estilos de pensamento, os problemas em projetos e apresenta táticas inovadoras que auxiliam no processo de criação. Além disso, incorpora e resume algumas lições que só recentemente foram disponibilizadas sobre como realmente trabalham os grandes mestres.

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *