Belo Monte: raio-x da grande engenharia

BeloMonte_VitrineDificilmente um aproveitamento maior do que a UHE Belo Monte, em construção no rio Xingu, nas proximidades da cidade de Altamira, será feito no decorrer deste século. Com uma potência instalada de 11.233 MW, porém com reservatório limitado à calha do rio Xingu, deverá produzir, aproximadamente, 4.500 MW médios ao longo do ano.

Mesmo com essa limitação, essa produção equivale a cerca de 10% do consumo brasileiro. Em termos de potência instalada, a UHF Belo Monte será a ter ceira maior hidrelétrica do mundo, atrás apenas da chinesa Três Gargantas e de Itaipu. Entretanto, será a maior usina hidroelétrica inteiramente brasileira, ultrapassando a UHF Tucumi em potência instalada. Seu custo de construção está estimado em RS 26 bilhões.

O leilão para construção da usina foi realizado em abril de 2010 e vencido pelo Consórcio Norte Energia. A usina está prevista para entrar em funcionamento em 2015. A UHE Belo Monte é constituída por um conjunto de diversas barragens e diques, dois vertedouros e duas casas de força. Este conjunto está distribuído em quatro áreas principais, denominadas sítios. Cada um desses sítios constitui, por si só, numa obra de grande tamanho e expressão. Esses quatro sítios são:

  • Sítio Pimental, implantado no rio Xingu a cerca de 50 km a jusante de Altamira, aproximadamente no trecho médio da Volta Grande do Xingu, o qual é responsável pela formação do reservatório;
  • Sítio do Canal de Derivação responsável pela captação das águas represadas e pela adução até o Reservatório Intermediário;
  • Sítio Reservatório Intermediário, constituído por um conjunto de diques destinado à adução da água para a casa de força principal e
  • Sítio Belo Monte, correspondente à casa de força principal, cuja restituição retorna a água ao canal do no Xingu, no trecho final da Volta Grande do Xingu.

O Sítio Pimental será composto por uma barragem de concreto, que abrigará a Casa de Força Complementar e o Vertedouro. A Casa de Força Complementar possui um comprimento de 175,0 m, com potência instalada de 233,1 MW, distribuídos em 6 máquinas Bulbo, com queda nominal de 11,4 m e vazão unitária de 380 m3/s.

Sítio Pimental, UHE Belo Monte (PA). Fonte: Instituto SocioAmbiental

O Vertedouro tem comprimento de 445,0 m, compartimentado em 18 vãos de 20,0 x 22,0 m conferindo-lhe a capacidade de dissipação de 62.000 m3/s.

A Barragem Lateral Esquerda será construída em aterro de solo, com 5100 m de comprimento e altura máxima de 14,0 m. A Barragem do Canal Direito/lha da Serra será construída com enrocamento e núdeo argiloso, com cerca de 1.100 m de comprimento e 34,0 de altura máxima.

Complementando este sítio serão implantados ainda os Sistemas de Transposição de Peixes no corpo da barragem e o Sistema de Transposição de Embarcações na margem direita.

O Sítio Canal de Derivação apresenta um comprimento de cerca de 16.200 m escavado, ora em rocha, ora em solo, com 200 m de largura na base, na cota 75 m e coroamento na cota 100 m. Quando em solo suas margens serão protegidas por enrocamento. O seu fundo será protegido por uma camada de enroca mento compactado, com cerca de 0,60 m de espessura.

O Sítio Reservatório Intermediário será composto par um conjunto de canais de transposição para auxiliar no direcionamento do fluxo interno e 30 diques os quais possibilitarão o acúmulo das águas. As principais características desses diques são:

  • 6 diques apresentam volume entre 2300.000 e 7.780.000 m3
  • 6 diques possuem alturas entre 40,0 e 65,0 m
  • 5 diques têm comprimentos de crista entre 1100,0 e 2.100,0 m

Outras características dos diques são:

  • os 3 maiores comprimentos: Diques 7B, 19B e 13 têm respectivamente 1300, 1600 e 2100 m;
  • os 3 menores comprimentos: Diques 1, 1A e 18 têm respectivamente 100, 120 e 220 m;
  • as 3 maiores alturas: Diques 6C, 8A e 7B têm respectivamente 65, 60 e 50 m;
  • as 3 menores alturas: Diques 12, 1B e 6B têm respectivamente 5,7 e 8 m;
  • os 3 maiores volumes: Diques 6C, 19B e 13 têm respectivamente 4.279.630; 5.131.870 e 7.782.500 m3;
  • os 3 menores volumes: Diques 12, 1B e 19C têm respectivamente 1.850; 8.900 e 27.600 m3.

O Sítio Belo Monte será composto pela Casa de Força Principal com comprimento de 850,0 m abrigando 18 unidades Kaplan, com capacidade nominal de 620,40 MW o que resultará na potencia instalada de 11.100MW, com uma queda nominal de 87,0 m.

Local onde está sendo instalada a primeira turbina da Usina de Belo Monte/Foto: Divulgação/Norte Energia

Complementando este sítio ainda temos a Barragem de Fechamento de Esquerda, em terra e enrocamento, com comprimento de 1.085,0 m, altura máxima de 88,0 m e crista na elevação 100, a Barragem da Vertente do Santo Antônio em terra e enrocamento, com comprimento de 1310,0 m, altura máxima de 70,0 m e a Barragem de Fechamento Direita em terra e enrocamento, com comprimento de 790,0 m, altura máxima de 55,0 m.

Como obras de infraestrutura foram implantados cerca de 130 km de vias de acesso, um porto e uma vila residencial com cerca de 2.500 casas.

Tudo a ver

Esta matéria foi elaborada com base na entrevista com o geólogo Nestor Pereira, coordenador geral das atividades de Geologia da UHE Belo MonteNão deixe de conferir a matéria completa na ABGE em revista 93-94/Edição especial. Revista disponível para download.

Sobre a ABGE

Há mais de 40 anos a ABGE trabalha para agregar profissionais, estudantes, empresas e instituições de pesquisas e ensino que atuam na Geologia de Engenharia e Ambiental, estimulando o debate e a reflexão em temas desta área técnico-científica, que envolve a previsão do comportamento geológico face às solicitações das obras de engenharia e infraestrutura. Com mais de 800 sócios, a entidade conta com uma sede nacional, em São Paulo, dois núcleos regionais (Rio de Janeiro e Minas Gerais) e quinze representações regionais por todo o país, constituindo uma das associações mais ativas da International Association for Engineering Geology and the Environment – IAEG.