Cientistas medem campo magnético da Terra

Pesquisadores japoneses e equatorianos instalaram um aparelho de alta sensibilidade a 40 quilômetros ao norte de Quito, no Equador, visando determinar as medidas do campo magnético terrestre.

O projeto recebeu o nome de Magdas e, segundo os cientistas afirmaram em entrevista para o portal G1, será realizado na zona equatorial da Terra por existirem certos fenômenos únicos nesta região, como o fato de possuir a intensidade do campo magnético mais baixa que em  outros locais do globo terrestre.

O instrumento, que pesa 25 quilos e custa US$ 40 mil, será conectado a uma rede com 68 magnetômeros. Considerada a maior do mundo e já utilizada para recolher dados ao redor do planeta, esta rede levará cinco dias para ser instalada.

Com as informações recolhidas pelo aparelho, será possível analisar o comportamento e a variação da magnetosfera, uma espécie de escudo protetor da Terra que evita o impacto de asteróides no planeta.

As informações sobre o projeto foram reveladas em uma reunião com 80 cientistas espaciais promovida pelo governo equatoriano e a Organização das Nações Unidas (ONU) e, segundo os pesquisadores, este levantamento permitirá maior planejamento em estudos físicos e astronômicos.

Fonte: G1

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *