Coleção abrange todas as etapas do tratamento de minérios

O tratamento de minérios é uma arte, porque não se limita ao conhecimento técnico, mas exige muita sensibilidade e até mesmo uma certa dose de intuição. É o que nos ensina o professor do Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo da USP, Arthur  Pinto Chaves, autor da Coleção Teoria e Prática do Tratamento de Minérios. Para ele, o conjunto de conhecimentos necessários ao profissional de mineração exige experiência e atenção às peculiaridades, o que muitas vezes determina o desempenho de uma avaliação.

“Todas as áreas da mineração são complexas. A flotação costuma ser encarada como a mais complicada porque exige conhecimentos de Termodinâmica e de Cinética. O importante é a visão de conjunto e o conhecimento das peculiaridades das matérias-primas minerais”, explica o professor.

Resultado de mais de 35 anos de ensino na USP, a coleção Teoria e Prática do Tratamento de Minérios parte dessa premissa e amplifica o espectro de conhecimento, fugindo da abordagem exclusivamente teórica. Em suas 1.600 páginas, divididas em cinco volumes, há uma preocupação constante com os aspectos técnicos e operacionais. São apresentadas noções gerais de mineração, além de práticas em desaguamento, espessamento, filtragem, flotação no Brasil, manuseio de sólidos granulados, britagem, peneiramento e moagem.

Constantemente aprimorada a cada nova edição, a coleção é indicada a estudantes de Engenharia de Minas e Metalúrgica e profissionais da área.

Promoção Mineração de A a Z

Compre o box completo (5 volumes) com 10% de desconto e ainda ganhe uma trena e uma sacola da Ofitexto.

Somente até 17/5 em nossa livraria. Veja Aqui

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *