Complexo Cultural da Luz deverá trazer melhorias para a região

Centro Cultural da Luz - Perspectiva. Imagem: Divulgação.

Com início das obras previsto para o segundo semestre de 2012, o Complexo Cultural da Luz é um projeto que foi encomendado por João Sayad quando era Secretário Estadual de Cultura durante o governo de José Serra (2007-2010).

A obra, com custo estimado de R$ 500 milhões, será um centro cultural que contará com uma biblioteca, áreas de convivência, salas de espetáculos e abrigará a São Paulo Companhia de Dança e a Escola de Música Tom Jobim. Localizada na região central de São Paulo, no conhecido bairro da Luz, o complexo deverá ter um impacto urbanístico tremendo e transformar a região em uma das melhores da cidade – palavras de Andrea Matarazzo, atual secretário de Cultura do Estado de São Paulo.

Para fazer o projeto e coordenar a execução, o arquiteto suíço Jacques Herzog foi contratado pelo governo paulista, e recentemente o jornal O Estado de S. Paulo publicou uma interessante entrevista com ele. Clique aquipara acessar.

Vitra Haus, na Alemanha, projeto de Herzog. Foto: Divulgação.

Profissional multifacetado, que já fez de museus a prédios corporativos, Herzog acredita que é necessário ter experiência com diferentes faces da área e sempre trabalhar sobre os conceitos, e não sobre grifes ou estilos. Defende também a internacionalização da arquitetura.

Sobre o projeto, Herzog comentou que os políticos que o contrataram pediram para que fizesse algo que representasse um upgrade no local e melhorasse a vida das pessoas. A região da Luz é conhecida pela frequência de grupos usuários de entorpecentes. Atualmente o projeto está em fase de mudanças da encomenda original, e deve ter bem trabalhada a questão da articulação entre espaços abertos e fechados, entre o lado de fora e o de dentro.

Sobre a possibilidade de abrir um escritório no Brasil, Jacques Herzog diz que chegou a cogitar, mas que, por enquanto, não há nada certo, mas que gosta muito do País e que, inclusive, já tem arquitetos brasileiros na sua equipe.

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *