Diferenças genéticas entre humanos e outros primatas

Uma pesquisa apresentada no encontro da Sociedade Americana de Genética Humana na última terça-feira, dia 6, foi a primeira a definir as diferenças genéticas básicas que separam os humanos de outros primatas.

Elaborada pelo ph.d em genética humana da Universidade de Chicago, Yoav Gilard, o estudo foi focado na análise das linhagens celulares linfoblastóides, ou seja, células brancas transformadas em cultura de laboratório potencialmente imortais.

Com base nestas células, foi possível estudar os mecanismos regulatórios genéticos e epigenéticos que determinam quando e como o código de DNA é transcrito para uma molécula de RNA Mensageiro, explicando em que aspectos os primatas e humanos são diferentes.

Homem                Gorila        Chimpanzé        Orangotango     Gibão

Ao analisar oito humanos, oito chimpanzés e oito macacos-rhesus, os cientistas descobriram que apesar dos humanos dividirem 90% do DNA com os outros primatas, o mesmo não acontece para o RNA e as moléculas de RNA Mensageiro (RNAm), nos quais humanos e primatas apresentam até 40% de incompatibilidade.

Os resultados desta pesquisa vão modificar a medicina, já que permitem compreender porque humanos são suscetíveis à algumas doenças para as quais os primatas são imunes, como malária. Compreender as diferenças básicas dos organismos pode ajudar a eliminar estas moléstias que matam milhões de pessoas por ano.

Fonte: Examiner e Science Daily

 

Tudo a ver:

Se você gostou da matéria, vai adorar o livro Genômica e Evolução: moléculas, organismos e sociedades. A obra de Francisco M. Salzano aborda as teorias de Darwin, Mendel e outros nomes importantes da citologia, embriologia, reprodução e ciências. Também fala sobre a relação genética entre humanos e outras espécies de forma clara e interessante.

Deixe sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>