População não controla o uso de água

Pesquisa realizada pela ONG internacional WWF divulgada nesta terça-feira (26), apontou que 48% dos brasileiros reconhece que consome água sem se preocupar com o desperdício e 30% afirma demorar mais de 10 minutos no banho.

De acordo com Glauco Kimura de Freitas, coordenador do Programa Água para a Vida da WWF-Brasil, mais de 80% dos brasileiros consultados reconheceram que vão ter problemas de abastecimento de água no futuro e, desses, 68% reconheceram que o desperdício de água é a principal causa desse problema.

Embora a agricultura consuma 70% da água usada no Brasil, 81% dos entrevistados apontaram a indústria e o setor residencial como os vilões do gasto de água. A pecuária consome 11% de água; as residências urbanas, também 11%; e a indústria, 7%. “Como 80% da população brasileira vive nas cidades, a percepção do cidadão é muito voltada aos problemas da água que ele enfrenta nas metrópoles. Somente 1% das pessoas reconheceu que o problema de água está na zona rural , analisou Glauco Freitas. 

Segundo dados da ONG, o consumo médio de água do brasileiro é de 185 litros diários por habitante, abaixo do europeu (200 litros), mas muito superior ao de regiões em que o recurso é escasso, como o próprio Nordeste (100 litros) e África Subsaariana (menos de 50 litros).

No Nordeste, que concentra um grande contingente da população brasileira, já existe escassez de água, enquanto em regiões como o Centro-Oeste e o Norte, que concentram menos de 10% da população, há mais abundância do recurso.

Ao analisar a pesquisa, Maria Cecília Wey de Brito, presidente do conselho diretor do WWF-Brasil, avaliou que a urbanização crescente do país nas últimas décadas levou mais de 80% da população a morar nos grandes centros. “O descompasso entre o reconhecimento do problema e a tomada de atitudes precisa ser compreendido, a visão sobre a água é limitada, assim como a percepção dos seus problemas”.

O estudo foi encomendado ao Ibope em novembro do ano passado e ouviu 2.002 pessoas em 26 Estados. A pesquisa servirá de base para a elaboração de novas campanhas de conscientização dos cidadãos sobre a necessidade de preservação dos mananciais de água na zona rural.

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *