Física e Futebol – Entrevista com Marcos Duarte e Emico Okuno

Com o intuito de trazer a Física para o cotidiano, a Oficina de Textos lançará em breve o livro Física do Futebol, voltado a estudantes do Ensino Médio, com explicações detalhadas em gráficos, exemplos práticos e exercícios resolvidos.
Conversamos com os autores Marcos Duarte e Emico Okuno sobre a experiência de unir física e futebol, as expectativas a respeito do tema, além do método de ensino de ciências exatas. Confira abaixo a entrevista:

Capa do livro que será sucesso nas escolas. Clique para saber mais.

Comunitexto: Como surgiu a ideia para escrever o livro Física do Futebol? Quais são os principais tópicos abordados?

Marcos Duarte: Como cientistas, é sempre uma preocupação nossa a disseminação da ciência para o público em geral. Embora a Física seja uma área da ciência extremamente fascinante, infelizmente o aprendizado de conceitos básicos de Física e Matemática é uma experiência difícil no ensino fundamental e médio, não só no Brasil, mas no mundo inteiro. Como físicos, e brasileiros, resolvemos utilizar o que temos de mais lúdico e atrativo, o futebol, para ensinar Física, e um pouco da Física para ensinar um pouco de futebol. Falar da Física do futebol é mais divertido e se aproxima mais da realidade dos jovens. Este livro fala especificamente da Mecânica do futebol, isto é, dos movimentos e das forças da bola e do jogador.

Emico Okuno: Temos experiência em dar aulas de Física para universitários de diferentes cursos como Biologia, Farmácia e Educação Física. Essa experiência nos ensinou muito, como por exemplo, que uma das ferramentas mais importantes é a motivação: mostrar aos alunos como a Física pode facilitar a vida deles. Para isso, nós temos que aprender um pouco que seja sobre os tópicos de interesse deles, para em seguida aplicar a Física a esses temas. Isso envolve trabalho e dedicação, mas o resultado é maravilhoso.

C: O método de ensino de ciências exatas sempre foi uma dificuldade encontrada pelos professores. De que maneira os estudantes podem compreender a física utilizada na obra?

MD: Nosso intuito foi utilizar tudo o que acontece no futebol, tão rico e próximo da gente, para explicar Física, mas também vale o inverso: nós utilizamos toda a área de Mecânica para explicar o futebol.

EO: Desde a geometria do campo, a troca de passes, as regras da FIFA, a pressão da bola, o gol que parecia não entrar, etc. O método aplicado é muito diferente do convencional: propor exercícios e problemas que são pura aplicação de fórmulas e muitos estudantes ficam com a sensação de que Física é basicamente fórmulas e precisam decorá-las.

C: Quais dos exemplos práticos abordados no livro mais auxiliam os alunos no entendimento dos conceitos da Física?

MD: Acho que uma mensagem importante do livro é que todos nós utilizamos um bocado da Física no dia a dia e em especial no futebol. Quer dizer, a disciplina de Física não é algo alienado e fora do contexto de cada um de nós. Quando nós percebemos que cada regra ou jogada no futebol é baseada em algum conceito físico, a gente se dá conta de que Física não é um bicho de sete cabeças.

C: Quais as expectativas quanto ao ensino de Física utilizando este material?

MD: Nós esperamos que o livro seja mais uma ferramenta de auxílio no aprendizado da Física; esta obra também abre possibilidade de experimentos de ensino de Física baseados no futebol. Será muito gratificante saber que alguém leu nosso livro simplesmente porque estava interessado em compreender melhor o futebol.

EO: Também será gratificante saber que os estudantes passaram a apreciar a Física e perceberam que ela é complicada mas palpável, com aplicações fabulosas e facilita o entendimento dos mais diferentes temas como a fisiologia do corpo humano, por exemplo.

C: Como foi escrever sobre uma abordagem diferente da Física, voltada para um novo público?

MD: É sempre um desafio escrever algo diferente do que estamos acostumados no dia a dia do ambiente universitário. Mas acima de tudo, unir duas paixões, Física e futebol, foi divertido.

Sobre os autores: 

Emico Okuno é doutora em Física pela Universidade de São Paulo (USP). Cursou pós-doutorado na Universidade de Parma (Itália). Foi professora do Instituto de Física da USP de 1960 a 2006. É autora de Física para as Ciências Biológicas; Radiação: efeitos, riscos e benefícios; Desvendando a Física do corpo humano: biomecânica; Radiação ultravioleta: características e efeitos; e Física das radiações.

Marcos Duarte é doutor em Física pela Universidade de São Paulo (USP). Cursou pós-doutorado na Universidade da Pennsylvania (USA). É pesquisador e professor no programa de Engenharia Biomédica na Universidade Federal do ABC.

2 Comentários

  1. “A VITÓRIA PERTENCE AO MAIS PERSEVERANTE..
    “O SUCESSO É A SOMA DE PEQUENOS ESFORÇOS”…

    Parabenizo e homenageio por meio deste aos escritores MARCOS DUARTE E EMICO OKUNO pelo lançamento do livro “FÍSICA DO FUTEBOL MECÂNICA”. Parabéns pelo EXCELENTE TRABALHO, DETERMINAÇÃO E PROFISSIONALISMO, realizado neste belíssimo trabalho e um brinde pelo SUCESSO! O seu potencial de trabalho é de grande valor para a comunicação brasileira. Receba esta singela homenagem com meus sinceros votos de muitas realizações e planos futuros. Desejo nestas poucas palavras votos de muita SABEDORIA, CONHECIMENTO, ENTENDIMENTO e principalmente DISCERNIMENTO em todos os seus caminhos. Acabei de depositar na sua conta a importância de muitos DIAS, SEMANAS, MESES E ANOS DE FELICIDADE E PROSPERIDADE, SAÚDE, PAZ, AMOR e que Deus estenda às mãos sobre você e toda sua família e acrescente 100 por cento de juros em cima de tudo isso.

    “A MAIOR RECOMPENSA PELO TRABALHO NÃO É O QUE A PESSOA GANHA, MAS O QUE ELA SE TORNA ATRAVÉS DELE.”

    DESEJO SUCESSO!

    PAULINHO Solução
    http://www.paulinhosolucao.blogspot.com
    paulinhosolucao@gmail.com
    pssolucao@hotmail.com
    Salto/SP

  2. Olá Paulo,

    Vimos que você faz diversas homenagens para autores de livros que você gosta em seu blog, e ficamos felizes por ter escolhido o Física do Futebol entre eles.

    Obrigado!

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *