Governo atende pesquisadores e aumenta importância da ciência e tecnologia no Plano Plurianual

Clipping

Brasília – O governo federal decidiu que a área de inovação, ciência e tecnologia será um “macrodesafio” do Plano Plurianual (PPA 2012/2015) em elaboração no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. A decisão significa aumento de status para a área e recursos. No final de maio, no Fórum Interconselhos do PPA, realizado em Brasília, a área de inovação era “um dos 20 objetivos do macro desafio Projeto Nacional de Desenvolvimento”, lembra a presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Helena Nader, que participou da reunião.

Helena e o presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC), Jacob Palis, chegaram a mandar em 27 de maio uma carta à presidenta Dilma Rousseff onde manifestavam “apreensão com a constatação de que a ciência, a tecnologia e a inovação não constam entre os macro desafios da proposta do PPA”.

De acordo com Ministério do Planejamento, o macro desafio terá como programas temáticos as mudanças climáticas, a política espacial, a política nuclear, a política de desenvolvimento produtivo e a inovação na área de agropecuária. “O setor será tratado no próximo plano com a relevância que lhe é devida, representando continuidade e aprofundamento das políticas para o setor implementadas nos últimos anos”, diz nota encaminhada à Agência Brasil.

A inclusão da ciência, tecnologia e inovação como macro desafio no PPA (2012/2015) é estratégica. O plano orienta a elaboração dos orçamentos anuais da União. A Agência Brasil apurou que as discussões de valores para cada área do PPA ainda não foram definidas. O governo tem até o final de agosto para enviar a proposta do plano para tramitação no Congresso.

Fonte Agência Brasil, 21 de junho de 2011

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *