Hay fever: O que é isso?

Um recente tweet do Met Office (Serviço Nacional de Meteorologia do Reino Unido, sediado em Exeter, Inglaterra, e fundado em 1854, equivalente ao nosso INMET) foi publicado, veja abaixo:

 

Mas afinal o que seria o “hay fever” citado no texto? Traduzindo esse termo literalmente, temos a expressão febre do feno. Isso mesmo, feno, aquela forragem usada na fazenda. 

Hay fever é basicamente rinite alérgica. Muita gente  tem rinite alérgica, normalmente provocada por poeira. Só que no Reino Unido e nos Estados Unidos (assim como em outros países de latitude média e alta), essa rinite é provocada basicamente por pólen e por esporos de fungos. E esses casos aumentam significativamente no início da primavera.

 O feno começa a crescer na primavera das latitudes médias e é colhido no final do verão e início do outono. Como ele começa a crescer durante a primavera das latitudes médias, o vento transporta o pólen das flores.

O pólen é um alergeno, ou seja, pode causar alergia em algumas pessoas. Na primavera das latitudes médias, o tempo começa também a ficar mais seco (a neve derrete, evapora e chove menos). Assim, os fungos encontram condições adequadas para liberar os esporos. Musgos e outras plantas também possuem esporos, que são liberados nessa época.

Esporos também são alergenos. E não apenas o pólen das plantas que compõe o feno são um problema para quem sofre de febre do feno. Esporos de árvores, que ficaram sem folhas e começam a se reproduzir durante a primavera também agravam o quadro alérgico.

Os sintomas dessa alergia são bem conhecidos de quem sofre de rinite: espirros, coceira no nariz e nos olhos, coceira e irritação na garganta, coriza e até um pouco de febre. O tratamento envolve o uso de anti-histamínicos e até de corticóides, dependendo do caso.

Aqui no Brasil não falamos tanto em febre do feno (ou hay fever) porque na maior parte do nosso território não temos as estações do ano tão marcadas assim. O problema por aquelas bandas é tão sério que o Met Office, por exemplo, faz previsão de concentração de pólen, além de  há um destaque especial para o problema em seu portal.

A trégua ocorre mesmo só no inverno, em que as plantas não liberam pólen, já que estão quase sem folhas e flores. Em média, o sudeste da Inglaterra é a região com maior concentração de pólen.

Tudo a ver

Este texto foi retirado e adaptado a partir do original Hay fever, o que é isso?”, escrito pela meteorologista Samantha Martins responsável pelo Meteorópole e nossa parceira no Programa de Afiliados da Oficina de Textos.

Um fascinante Portal voltado aos assuntos da meteorologia em uma linguagem leve, instrutiva e didática. Em seus artigos Samantha sempre nos reserva algumas agradáveis surpresas como os links internacionais ou downloads de materiais com tradução para o Português, onde até então eram encontrados somente em inglês.

Segundo a autora o Meteorópole surgiu de um sonho: divulgar a meteorologia de forma fácil e amigável para todos. Não deixe de conferir!