Índios Suruí lançam mapa multimídia

O projeto Mapa Cultural Suruí é resultado de uma parceria iniciada em 2007, quando o chefe Almir Suruí decidiu procurar o Google, para auxiliar a aldeia na proteção da floresta e na divulgação da cultura do povo Paiter-Suruí. O mapa foi criado a partir da plataforma do Google Earth, que reúne informações e imagens produzidas pelos próprios índios e foi lançada no sábado (16), durante no Fórum de Sustentabilidade Empresarial da Rio+20.
Fotos, vídeos, depoimentos e animação em 3D sobre os hábitos e tradições dos 1.300 indígenas que vivem no estado de Rondônia podem ser vistos no Mapa Cultural.
É a primeira parceria do gênero que o Google realiza com uma comunidade indígena, divulgando toda a riqueza ambiental e cultural, assim como seus hábitos e tradições. O projeto pretende ser uma espécie de enciclopédia multimídia sobre o povo indígena que vive numa reserva de 248 mil hectares de floresta protegida.
Com o mapa Suruí é possível saber onde encontrar papagaios e tucanos, ou os três tipos de árvores necessárias para fazer arcos e flechas, além das árvores que contêm o fruto do açaí , os bons locais para caça e para encontrar onças, tucanos, araras e muito mais.
Há também sites com as histórias das batalhas entre a tribo e os colonizadores que começaram a chegar em 1969.
Os funcionários do Google ensinaram os jovens da tribo a usar o Google Earth e a montar um blog, depois instruíram a tribo a usar smartphones para flagrar a ação de madeireiros, caçadores ou pescadores ilegais na floresta e na última visita, desenvolveram o conteúdo do mapa cultural.
O Google, no entanto, não revelou o valor investido no projeto, mas a ideia é que os suruís sejam capacitados para auxiliar outras comunidades da região a desenvolverem seus próprios mapas culturais.
No momento, o Mapa Cultural Suruí está sendo disponibilizado apenas no site do povo indígena e ainda não há previsão desse conteúdo ser acessado diretamente dentro da plataforma do Google Earth.

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *