Novos critérios para informações de clima

Em sessão extraordinária da Organização Meteorológica Mundial (OMM) das Nações Unidas, que aconteceu na Suíça, foram estabelecidas novas diretrizes para o fornecimento de informações sobre o clima terrestre e as consequências em diferentes campos, como saúde e planejamento para atender desastres.

As diretrizes foram propostas em 2009. O acordo dessa semana é resultado de um longo período de consultas e negociações. Mais de 300 cientistas foram consultados, de acordo com Jerry Lengoasa, vice-secretário geral da OMM.

O plano recebeu o nome de “Framework Global para Serviços Climáticos” e visa organizar esta área de pesquisas e garantir que os especialistas sejam mais precisos em suas previsões.

Esta decisão foi tomada por existir a preocupação com as previsões para regiões mais isoladas, como as do continente africano, que têm sido projetadas com base em modelos climáticos globais que não se aplicam a região. Estas limitações levaram estas comunidades a desenvolverem “indústrias caseiras” que tomam uma simulação do modelo climático global e aplicam no regional.  Por isso, é necessário melhorar os conjuntos de dados destas.

Para atingir os objetivos, o projeto visa capacitar as populações de 70 países que tem pouca ou nenhuma condição de acesso às previsões climáticas. Isto permite que as pessoas que necessitam dos serviços alertem os pesquisadores para a necessidade de novos levantamentos de dados.

Segundo os pesquisadores da ONU, os próprios profissionais de climatologia podem se beneficiar ao se engajarem dessa forma. Como exemplo, está o Escritório Meteorológico que funcionou para prever chuvas na África. Apesar de isso ser vital para os fazendeiros locais, não é tipicamente do interesse de cientistas.

Fonte: Scientific American Brasil

Tudo a ver:

O ensino de climatologia pode parecer difícil, mas, explicar os fenômenos climáticos para os alunos interessados em conhecer mais sobre estes fatores que tanto afetam o mundo, pode se tornar uma tarefa simples, bastando o uso de um livro didático e explicativo. E pensando nestes professores e pesquisadores, a autora Ercília Torres lançou a obra Climatologia Fácil, que traz respostas para as perguntas mais frequentes nas salas de aula e permite a compreensão de fenômenos como El Niño, furacões, tornados e outros exemplos do dia a dia.

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *