Os efeitos da radiação no corpo humano

A radiação, forma de energia emitida por uma fonte e transmitida através do vácuo, do ar ou de meios materiais, sempre despertou interesse de pesquisadores e leigos. Com os acidentes nucleares que já ocorreram ou o uso de radiação em aparelhos médicos, todos passaram a discutir os efeitos desta energia no corpo humano.

Quando aplicada em baixas quantidades e sob supervisão, pode auxiliar no diagnóstico e tratamento de doenças como câncer. Em grandes quantidades, como nos casos de vazamento ou contaminação, pode provocar graves alterações no sistema biológico e levar á morte.

Visando esclarecer alguns detalhes sobre os efeitos da radiação no corpo humano, convidamos a Emico Okuno, autora dos livros Física do Futebol e Física das Radiações e pós‑doutora pelo Istituto di Fisica della Università degli Studi di Parma, para conceder uma entrevista ao Comunitexto. A professora conta sobre a descoberta dos efeitos da radiação, comenta os acidentes nucleares e muito mais. Confira!

Comunitexto: No livro Física das Radiações é contada a história de duas pessoas que fizeram importantes descobertas sobre a radiação: Marie Curie e Henri Becquerel. Somente depois de terem sido afetados pelos materiais que se começou a pesquisar o efeito negativo da radiação. Quem descobriu estes efeitos?

Emico Okuno: Pierre Curie e Henri Becquerel, respectivamente marido e orientador da Marie Curie, talvez tenham sido as primeiras pessoas a perceberem o que a radiação poderia causar no corpo humano. Eles haviam levado no bolso de paletó por algumas horas, uma pequena ampola de vidro contendo rádio radioativo. Alguns dias depois, perceberam uma queimadura na pele próxima ao local em que a agulha havia sido colocada.

CT: No livro cita-se também que muitas pessoas passaram a utilizar radiação em sabonetes, etc., acreditando que fazia bem para o corpo. A senhora pode contar mais sobre esses casos?

EO: Há vários relatos do uso de substâncias, objetos e materiais contendo átomos radioativos tais como água, sabonete, creme, chocolate, fumo etc. Criou-se uma moda que se espalhou, principalmente, pela Europa. A água radioativa chegou a ser considerada solução para todos os males.

CT: A senhora também menciona os efeitos negativos da radiação no corpo e cita o caso do Césio 137. Estima-se que pelo menos 112 mil pessoas (reportagem aqui) foram afetadas pelo material radioativo. A senhora pode explicar um pouco sobre os efeitos de quem teve contato direto com o material e outros que foram contaminados por essas pessoas ou outros objetos?

EO: O césio-137 é o vilão de vários acidentes em usinas nucleares e o de Goiânia. Segundo relato oficial sobre esse acidente, a CNEN monitorou 112 mil pessoas em Goiânia. Dessa monitoração constatou-se que cerca de 1000 pessoas foram expostas à radiação emitida pelo césio-137. As 249 pessoas dessas 1000 apresentaram contaminação interna ou externa, sendo que 49 delas foram internadas. Dessas, 21 apresentaram estado grave, sendo que quatro vieram a falecer cerca de um mês após o início da contaminação.

CT: Além dos efeitos já conhecidos da radiação, ela pode agravar outras doenças ou levar ao surgimento de outros problemas fora o câncer (osteoporose, por exemplo)?

EO: Segundo Zacharias Calil, superintendente da Suleide, na entrevista dada à jornalista Luana Borges do Jornal Opção de dezembro de 2010:

– as taxas de câncer entre os acometidos não são maiores do que as taxas expressas no restante da população;

– determinadas doenças apareceram mais cedo, ao redor de 30 ou 35 anos, que é o caso da hipertensão arterial, da osteoporose e da hipertrofia de próstata;

– doenças ligadas ao psicológico dos pacientes também são exacerbadas.

CT: Quais são os tratamentos mais comuns para quem foi afetado pela radiação?

EO: Não há tratamento específico. Se surgirem queimaduras, vômito ou diarréia devido à dose alta será tratado da mesma forma que causadas por qualquer outro agente

CT: Pessoas que atuam com radiação, tanto na área médica quanto industrial, podem ficar quanto tempo por dia expostas aos materiais? Quais são as precauções que devem ser tomadas para que não sejam afetadas?

EO: Há normas nacionais e internacionais sobre limitação de dose que devem ser rigorosamente seguidas pelos trabalhadores ocupacionalmente expostos à radiação ionizante. Além disso, devem-se obedecer as normas de proteção radiológica.

CT: Apesar de se falar muito sobre materiais radioativos, sabe-se que algumas coisas no planeta emanam radiação natural (clique aqui para ver o texto). Cite algumas dessas coisas e conte-nos por quais motivos eles emanam radiação.

EO: Estamos expostos à radiação ionizante no dia a dia. Ela é constituída de radiação cósmica que vem de supernovas e daquela emitida por átomos radioativos existentes no solo desde a criação do planeta Terra, tais como o radioisótopo potássio-40 e os elementos das cadeias do urânio, tório e seus descendentes. Estes existem em alguns alimentos, como na água e no leite, e nas paredes das habitações.

CT: A radiação também é utilizada no tratamento ou diagnóstico de doenças. Fora o câncer ou nos raios-x, de quais outras formas ela pode ser empregada positivamente?

EO: A radiação é usada tanto para eliminar células malignas quanto para diagnosticar, através da produção de imagens e salvar vidas. A radiação é usada também na esterilização de grãos, sementes, de objetos hospitalares, ao matar micro organismos. É empregada em ensaios não destrutivos, fazendo radiografias com minúsculas fontes radioativas de objetos muito grandes que não podem ser removidos para laboratório.

Tudo a ver

O livro Física das Radiações, escrito por Elizabeth Mateus Yoshimura, docente do Departamento de Física Nuclear do Instituto de Física da Universidade de São Paulo, e por Emico Okuno, aborda as aplicações mais importantes da radiação em indústrias e, principalmente, na Medicina.

A obra mostra desde os elementos químicos e os radioisótopos, o decaimento nuclear e a interação da radiação com a matéria, até as aplicações da radiação e seus efeitos biológicos, além da detecção e proteção radiológica. Além disso, apresenta o tema de forma didática, oferecendo exercícios resolvidos e biografias de cientistas de expressão na área, curiosidades históricas e listas de exercícios.

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *