Pedologia – Entrevista com Igo Lepsch

A Editora Oficina de Textos acaba de lançar o livro 19 lições de Pedologia, com intuito de estudar a Ciência do Solo. A obra aborda desde rochas e minerais que dão origem aos solos, passa pelos processos de intemperismo, fundamenta e apresenta o Sistema Brasileiro de Classificação dos Solos.

Acompanhe abaixo a entrevista que o Comunitexto fez com o autor, Igo Lepsch.

Igo Lepsch, autor do livro 19 Lições de Pedologia

Comunitexto: Como surgiu o tema para publicação o livro 19 Lições de Pedologia? Quais os principais tópicos abordados?
Igo Lepsch: A ideia para a publicação do “19 Lições de Pedologia” surgiu há muitos anos, quando comparávamos livros textos de pedologia, publicados em outros idiomas, com os editados no Brasil – a maioria carente de boas ilustrações e apresentando linguagem de difícil entendimento pelos estudantes. Essa constatação se acentuou quando – entre os anos de 1997 e 2001 – lecionei a disciplina “Gênese, Morfologia e Classificação dos Solos” a alunos de graduação dos cursos de Agronomia e Geografia, na Universidade Federal de Uberlândia (MG). Naquela ocasião, senti a necessidade de ter acesso a livros-texto, em português, sobre o assunto – e com exemplos que contemplassem as características ambientais brasileiras. Afinal, a maior parte do material de consulta existente apresentava exemplos de solos de regiões de clima temperado do Hemisfério Norte – portanto, bastante diferentes das condições tropicais que predominam no Brasil.

Formação e Conservação dos Solos, outro livro do autor

Diante dessa lacuna bibliográfica, decidi elaborar, em 2002, um pequeno livro, o Formação e Conservação dos Solos, direcionado mais a alunos de cursos técnicos e ao público em geral (por sinal muito bem aceito e agora em sua 2ª. Edição). Contudo, como esse é apenas um livro introdutório à Ciência do Solo, resolvi me lançar na produção de uma obra mais completa, que pudesse auxiliar, direta e significativamente, o estudo dos alunos de graduação e pós-graduação.

No 19 Lições de Pedologia, o principal tema abordado é o que, nos meios acadêmicos, chamamos de “Gênese, Morfologia e Classificação do Solos”.  São explicações sobre como os solos se formaram (gênese); como  sua arquitetura (ou morfologia) deve observada e ser descrita; e como eles devem ser classificados e representados em mapas. Além disso, visando completar esses tópicos,  incluímos noções de sobre “Rochas e Intemperismo de seus Minerais, “Física do Solo”, “Química da Fração Sólida e da Solução do Solo” e “Degradação e Conservação do Solo”.

C: Quais exemplos práticos do livro podem auxiliar estudantes de graduação e pós graduação ?
IL:
A obra apresenta vários exemplos práticos, em sua maior parte, referentes aos solos do Brasil. Além da linguagem simples, o livro apresenta muitos boxes, nos quais as informações mais detalhadas e as referências de literatura permitirão um estudo mais aprofundado, ajudando os estudantes a fixarem melhor o conteúdo apresentado. Ao final de cada lição, apresentamos uma relação de sites de interesse, para acessos à vários tópicos, que expandem e complementam o estudo. Além disso, foram inseridas muitas ilustrações, que não só tornarão a leitura mais agradável, como também poderão servir de material a ser projetado pelos professores em suas aulas.

C: Como fazer as pessoas se conscientizarem em relação à preservação do solo?
IL:Instigando-as a conhecer o que são os solos, segundo uma abordagem ampla, que os considera como corpos naturais de grande significado para a vida do Planeta. Afinal, os solos estão no “miolo” de todos os ecossistemas terrestres, interagindo com o ar, a água, os seres vivos e as rochas. Se as pessoas forem orientadas a perceber os solos a partir desse novo olhar, certamente compreenderão que conhecê-los e conservá-los são os passos  iniciais e indispensáveis para a preservação ambiental.

"O ideal é que o conhecimento sobre o solo nos seja passado desde a mais tenra idade", diz Igo Lepsch. Foto: Juliana Simões Lepsch.

Hoje, a maior parte da nossa população vive em áreas urbanas e, portanto, com pouco contato com o solo. Então, como conhecê-lo e admirá-lo em todas as suas dimensões (a que vemos na superfície da terra; a que está abaixo dela ou a que a Pedologia chama de “perfil do solo”)? É para isso também que os livros de nossa autoria, e editados pela Ofitexto – “Formação e Conservação dos Solos” e “19 Lições de Pedologia” – foram escritos: para permitir que todas as pessoas, independente da sua área de atuação profissional, possam compreender o papel dos solos tanto na produção de muitos bens que consumimos como na preservação dos vários ambientes do nosso Planeta. Portanto, um bom entendimento dos sistemas pedológicos é fundamental para que as atividades humanas se realizem dentro de um contexto de harmonia individual, social e ambiental.

C: De que maneira a conservação do meio ambiente pode auxiliar na qualidade de vida para a população?
IL: Compreender os sistemas pedológicos é muito importante não apenas para o sucesso das atividades daqueles que lidam com a terra, como também para a preservação de nosso ambiente. É uma equação simples: a conservação dos solos está diretamente relacionada à conservação da qualidade e da suficiência dos alimentos que consumimos, das águas que usamos e do ar que respiramos. Portanto, como pensar em qualidade de vida para a população se ela mesma não for conscientizada sobre a importância dos solos em suas vidas?

Clique na imagem de capa do livro para saber mais detalhes e comprar. Com intuito de estudar a Ciência do Solo, o livro aborda desde rochas e minerais que dão origem aos solos, passa pelos processos de intemperismo, fundamenta e apresenta o Sistema Brasileiro de Classificação dos Solos.
Organizado em 19 lições, a obra explica as funções que estão refletidas nos atributos mineralógicos, biológicos, físicos e químicos – principalmente as relacionadas com o crescimento das plantas. Continue lendo aqui…

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *