Pesquisa sobre desastres naturais

Um estudo realizado pelo Instituto Niels Bohr, em Copenhague, sugere que a frequência de fenômenos climáticos como ciclones e furacões pode ter aumentado desde 1923 devido a elevação da temperatura.

O resultado da pesquisa foi publicado na última segunda-feira, dia 15, na revista da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos da América, a PNAS.

Segundo a investigação científica, tais fenômenos climáticos provocam fortes tempestades que, quando atingem o continente, causam desastres naturais como inundações e devastações de cidades inteiras. Este foi o caso do furacão Katrina, que atingiu a cidade de Nova Orleans, nos EUA, causando 1833 mortes diretas e indiretas.

Em entrevista para o Terra, o climatologista Aslaak Grinsted, do Centro para o Gelo e Clima do Instituto Niels, as observações feitas desde 1923 por meio de estações de monitoramento na região costeira dos EUA apontaram uma tendência de aumento nestas tempestades.

Os cientistas também temem que a contínua elevação da temperatura global, estimada por especialistas do Painel Intergovernamental sobre Mudança do Clima (IPCC), possa acentuar ainda mais o número de tempestades tropicais pelo planeta.

Fonte: Terra

Você confere todas as novidades sobre clima e meio ambiente aqui no Comunitexto, mas também pode comprar diversos sobre os temas clicando na sessão de meio ambiente do site da Editora Oficina de Textos.

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *