Primeiro avião movido a energia solar

Um avião totalmente movido à energia solar, chamado Solar Impulse, desenvolvido pelos pesquisadores Bertrand Piccard e André Borschberg, é a primeira aeronave movida a energia solar com capacidade de funcionar dia e noite.

Com a envergadura de um Jumbo e o peso de um carro pequeno, este avião é movido por quatro motores elétricos de 10 HP cada. Nas asas estão os painéis fotovoltaicos e os mecanismos de aperfeiçoar e armazenar a energia captada pelo sol.

O primeiro vôo da aeronave, que foi desenvolvida com o intuito de dar à volta ao mundo, levou 26 horas para ser concluído, a uma velocidade média de 70km/h, e alcançou a altitude de 9 mil metros. Até o momento, o avião sobrevoou apenas a costa do território americano, saindo de São Francisco, na Califórnia, e pousando em Nova Iorque.

O projeto teve início em 2003, com orçamento de 90 milhões de euros (aproximadamente US$ 112 milhões) para um período de dez anos e envolveu engenheiros da Schindler, a fábrica suíça de elevadores, e ajuda para pesquisa do grupo químico belga Solvay – os patrocinadores já divulgaram que querem testar novos materiais e tecnologias. Confira abaixo um vídeo com Bertrand Piccard contando a experiência de pilotar o avião e como o projeto se iniciou:

Você sabia?

A palavra “fotovoltaico” vem do grego photos, que significa luz, e de Volta, nome do físico italiano que, em 1800, descobriu a pilha elétrica. Segundo o livro Sistemas Fotovoltáicos Conectados à Rede Elétrica, a conversão fotovoltaica, processo que permite transformar luz solar em energia elétrica, foi descoberta por Alexandre-Edmond Becquerel, em 1939, quando este percebeu que uma solução de um eletrólito com elétrodos de metal, exposta à radiação luminosa, tem sua condutividade aumentada.

Ainda segundo o livro, em 1873, Willoughby Smith descobre a fotocondutividade no selênio sólido. Em 1876, Adams e Day percebem que uma junção de selênio e platina desenvolve o efeito fotovoltaico quando exposta à luz solar. Confira abaixo uma figura que representa o processo de conversão fotovoltaica:

Imagem retirada do livro Sistemas Fotovoltáicos Conectados à Rede Elétrica

Imagem retirada do livro Sistemas Fotovoltáicos Conectados à Rede Elétrica

Tudo a ver

O livro Sistemas Fotovoltáicos Conectados à Rede Elétrica, escrito pelo doutor em engenharia elétrica pela UFPA, Marcos André Barros Galhardo, pelo livre-docente na especialidade de Energias Renováveis pela USP, Roberto Zilles, do doutor em engenharia pelo programa de interunidades de pós-graduação da USP, Sérgio Henrique Ferreira de Oliveira e do doutor em engenharia pela USP, Wilson Negrão Macêdo, aborda as principais características técnicas e operacionais destes sistemas, com exemplos práticos, cálculos para dimensionamento e muito mais.

Além disso, conta com diagramas indicativos de percentagem de captação anual de irradiação solar das principais cidades sul-americanas, incluindo todas as capitais dos Estados brasileiros e outras ilustrações que complementam o conteúdo do livro.

Essencialmente objetiva e prática, a obra constitui um ótimo instrumento para a capacitação de engenheiros e técnicos. Serve também como referência para professores e estudantes das áreas de Energia e Engenharia Elétrica.

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *