Simpósio Nacional de Estudos Tectônicos recebe Haakon Fossen

LOGOTIPO_XV SNET (1)De 18 a 21 de maio de 2015 na Universidade Federal do Espírito Santo, em Vitória – ES, acontecerá o XV Simpósio Nacional de Estudos Tectônicos e o IX International Symposium on Tectonics.

Este ano a programação está caprichada, com diversas surpresas. Uma delas é a participação do geólogo Haakon Fossen com a palestra “The role of pre­existing structures during crustal stretching” e a sessão de autógrafos de seu livro “Geologia Estrutural“. Ainda na programação a conferência com o Dr. Edison Jose Milani (PETROBRAS) com o tema “Tectônica de Bacias Sedimentares Intracratônicas”.

geologia estrutural capaNa excursão pós-Simpósio “A Zona de Retroarco do Orógeno Araçuaí na Região do Feixe de Lineamentos Colatina: da Bacia ao Magmatismo Pós­Colisional” será guiada pelos professores Antônio Carlos Pedrosa-Soares (UFMG) e Prof. Dr. Fernando Alkmim (UFOP).

O evento conta ainda com ótimos mini-cursos, conferências e mesa redonda. Vale a pena conferir a programação completa do evento, acesse aqui

Para inscrever-se acesse aqui

História

O Simpósio Nacional de Estudos Tectônicos (SNET) foi organizado pela primeira vez em 1987, em Salvador, por docentes do Curso de Pós-Graduação em Geologia da Universidade Federal da Bahia e, desde então, passou a ocorrer bienalmente, consolidando-se como tradicional fórum de divulgação e discussão de temas da Geologia Estrutural e Geotectônica no Brasil.

A partir de 1999, o SNET passou a ser realizado conjuntamente ao International Symposium on Tectonics. Até o momento, foram realizadas 14 edições: Salvador (1987), Fortaleza (1989), Rio Claro (1991), Belo Horizonte (1993), Gramado (1995), Pirenópolis (1997), Lençóis (1999), Recife (2001), Búzios (2003), Curitiba (2005), Natal (2007), Ouro Preto (2009), Campinas (2011) e Chapada dos Guimarães (2013).

Atualmente, o SNET acontece em nível nacional e internacional como um importante fórum de discussões sobre novos conceitos e descobertas nas áreas de geologia estrutural, geotectônica e evolução de bacias, bem como de técnicas de análise estrutural e modelagem tectônica teórica e experimental. Também discute-se, neste evento, a importante influência da tectônica no controle estrutural de depósitos minerais.

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *