Tratamento de câncer avança com nanotecnologia

Pesquisadores do Grupo de Fotobiologia e Fotomedicina do Centro de Nanotecnologia e Engenharia Tecidual da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo (USP), em Ribeirão Preto, desenvolveram novos tratamentos para câncer com o uso de nanotecnologia.

Entre as descobertas, estão as partículas metálicas nanoestruturadas, utilizadas para a melhoria de diagnósticos feitos por imagens, além da construção de próteses de alta eficiência, parte delas envolvendo células-tronco voltadas para a aplicação na engenharia tecidual, para regeneração de vasos sanguíneos, por exemplo.

Segundo Antônio Cláudio Tedesco, coordenador das pesquisas, a combinação dos fotoprocessos que utilizam a nanotecnologia com a administração de fármacos, de maneira intravenosa ou tópica, pode ser utilizada em tratamentos de cânceres de pele, que em 80% dos casos não são melanômicos (pigmentados). Tedesco também afirmou que, em 98% dos casos, a doença desaparece após a primeira sessão do tratamento, evitando a cirurgia e dispensando métodos como radioterapia.

As aplicações destes produtos foi apresentada durante o evento Fronteras de la Ciencia – Brasil y España en los 50 años de la FAPESP e chamaram a atenção por serem viáveis técnica e economicamente, considerando que o custo desse tratamento equivale a R$ 70 a cada três aplicações.

O material desenvolvido pelo laboratório na USP de Ribeirão Preto está patenteado desde 2002 e abrange, além da molécula, também seu processo de aplicação. Os produtos, junto com outros fármacos de segunda e terceira geração para esse tipo de aplicação, estão aguardando aprovações para o uso em fase clínica.

Fonte: Fapesp

 

Se você quer ler mais sobre as aplicações da nanotecnologia no tratamento de doenças ou conferir todas as utilidades dessas minúsculas partículas, vai adorar o livro O Mundo Nanométrico. Escrito pelo Dr. Henrique E. Toma, professor titular do Instituto de Química da USP e coordenador do Laboratório de Química Supramolecular e Nanotecnologia, aborda a história da nanometria, os usos biológicos das partículas nanométricas e sobre os desafios desta área. A leitura é indicada para o público geral e visa divulgar os caminhos da ciência para todos que se interessam pela área.

 

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *